sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Conhecimento é poder


A gente sempre se espanta quando verifica que o mundo é maior do que a nossa percepção dele, que as pessoas são muito mais diversas que as que nos cercam, por mais variadas que elas sejam, que informação e conhecimento não são uniformemente distribuídos por toda a humanidade.

O que a gente sabe, aprende ou vai atrás para saber ou aprender, envolve mecanismos aparentemente muito complicados. Ou pelo menos é essa a minha percepção. Logicamente existem fatores objetivos, como os sócio-econômicos por exemplo, que facilitam ou dificultam o acesso à informação. Mas, com o advento (eita!) da internet, não é fora de propósito imaginar que as coisas ficaram bem mais democráticas, e quem está sentado em frente a um monitor participando das tais "listas" de discussão ou de fóruns em comunidades do Orkut, tem possibilidade de juntar lé com cré e falar alguma coisa que preste, certo?

ERRADO!

Leeeeedo engano!

Você imagina que quem é convidado para ser colunista de um portal, tem condições de falar ou pelo de REPRODUZIR informações corretas, enfim, tem um mínimo de competência, certo?

VRAAAAAAAAAMMMMMM! ERRADO! (de novo)

O que você encontra é um grande, ENOOOOORME, amontoado de "achismos". Eu acho isso, eu acho aquilo... partindo de parâmetros errados, intelecções equivocadas, informações ultrapassadas... ai, ai...

É impressionante... Você vê que as pessoas não desenvolvem nem senso crítico. É como se elas aprendessem adição direto na calculadora sem passar pelo aprendizado e compreensão de ordens de grandeza... assim se suas calculadoras dizem que o famoso 2+2=5, por que você apertou um botão errado, você vai apostar sua vida que é 5 e ponto final!

Fora isso... posso estar errada mas, quando você se coloca no mundo, percebe quem você é, descobre sua sexualidade e no que isso implica se você estiver fora do padrão heteronormativo, informação DE QUALIDADE, é FUN-DA-MEN-TAL!!!

Repitaaaa... FUN-DA-MEN-TAL!!!

Conhecimento é poder! Informação CORRETA é poder!

Felizmente, quando comecei minha vida internética tive uma graaaaaaande sorte. É, em tudo na vida é preciso um pouco de sorte. Logo de cara fui parar no lugar certo. Encontrei um site, na época ainda blog, que me colocou no rumo. Mais, me deu um rumo. Aprendi, descobri e desenvolvi. Mergulhei e emergi. E tive o grande privilégio de me aproximar da criadora e conhecer seu processo de criação, sua seriedade, sua responsabilidade, enfim... tudo o que construiu seu prestígio. Esse blog, o Lésbica Disléxica, tem absolutamente TUDO a ver com ela. Só existe por causa dela... (que inclusive é quem pega no meu pé, delicadamente como uma mamute, pra que eu atualize, mas isso é outra história...).

Assim, só me resta... mandar um humilde, porém sincero... VALEU BF.! Você e o UNV já conquistaram a vida eterna! AWIKA!

"Mais importante que saber do que se trata é saber onde procurar a resposta; mais importante que conhecer é ir às fontes do conhecimento. Não existe saber sem consulta; esse é o ato mais humilde que um trabalhador intelectual pode praticar."

Antonio Houaiss

6 comentários:

Marcia disse...

É interessante o modo como cada pessoa especial influencia direta ou indiretamente nas nossas decisões.Eu nem imagina ter um blog quando postei algo no Queer Girls,uma amiga leu o post e a partir daí a idéia foi tomando forma.Uma coisa certa,com raras exceções,um bom blog ou site só pode gerar outro bom blog ou site.Foi exatamente o que aconteceu com você.Boa sorte.

LD. disse...

Marcia, acho que no meu caso foi um pouco mais que isso. A influência foi no que se refere à consciência, à qualidade de informação e à minha postura crítica em relação às coisas que nos cercam e nos afetam. Pra chegar até aqui, passei 4 anos convivendo com a BF., aprendendo e absorvendo informação, aumentando a minha consciência da responsabilidade compulsória que temos, especialmente por sermos homossexuais. Muito mais que incentivo, ela me deu uma formação.

Muita coisa e muita gente passa e passou pela BF.. Inclusive a Queer Girls, muito antes de ser Queer Girls.

A Cesar o que é de Cesar.

Agradeço sua visita e seu comentário, sempre muitíssimo bem-vindos.
Bjs

cheia de manha disse...

perdoe a invasão..
mas sempre venho aqui te ler matérias ótimas e excelentes mas nunca comentei até tenho vc linkada em meu blog..
conheço BF adoro ela ótima pessoa
bom o que tenho a dizer...adoro aqui..simples assim..e hoje tive coragem em te escrever..pq não havia escrito antes?
não sei te responder..acho que pelo fato de vc não retornar meu comentário...
bom é isso ..
suave seja seu dia!!!
bjos...no coração
.
.
Sandrinha

PS: adoro esse mundo internético..rsrs
aprendi muito...

cheia de manha disse...

oi boa tarde..fiquei lisongeada om sua presença em meu blog..
quanto ao cometário foi a primeira vez que comentei no seu blog...rs
sempre venho mas nunca havia comentado..e sinceramente fiquei feliz por me responder..é muitas vezes quando comento em ouros tantos blogs não tenho resposta então vinha aqui pra te ler...mas comentar foi a primeira vez..
tenha certeza que sempre estarei aqui te lendo e deixando recados...=]
obrigada pela atenção...
suave seja sempre!!
bjosss...no coração
.
.
Sandrinha

PS: espero que tenha gostado do meu cantinho..=]

Ana Duarte disse...

Oi querida,
Andas sumida... Eu tb ando atualizando o Duas muito menos do que gostaria.
Pra te incentivar (rs) tem lá dois selinhos novos para o LD, ainda que tenha certeza de que já recebeu pelo menos um deles.
Beijo e não desapareça, seus posts "realistas" me fazem falta.

mutante disse...

Identifiquei de cara o UNV quando vc começou a falar, logo que me descobri lésbica ele foi uma grande fonte de referência pra mim e ainda é, adoro B.F. mesmo não tendo o privilégio de a conhecer como você.
Adorando aqui, vou "linkar", td bem?
abraços